Programação para crianças 3

março 14th, 2012 | 0 comments

A orientação à objetos é organizada, linda… Mas complexa demais para as coisas simples.

Imagine uma criança de 11 anos tentando imprimir na tela o resultado de 2 + 2, tendo que criar um objeto para isso!

Para tornar tudo mais simples, proponho iniciar com uma programação imperativa.

Por exemplo, o programa se resume a uma única linha:

print(2+2)

E o programa lhe mostra o resultado: 4.

Para crianças e adolescentes, que nunca viram uma linguagem de programação na vida, os nortes ideais são:

  • Simplificar ao máximo: poucas linhas e comandos (nada de objetos!)
  • Partir do que é concreto: ver sempre resultados na tela

A orientação a objetos é um paradigma importante, mas abstrato. Vai entrar posteriormente no meu projeto de curso para crianças.

Programação para crianças 2

fevereiro 29th, 2012 | 0 comments

Um país que cresce precisa antever a demanda futura de profissionais de áreas tecnológicas. Então, criar escolas técnicas, ampliar as vagas em cursos tecnológicos, etc.

Mas olhamos para as escolas e vemos salas de informáticas (quando há) paralisadas, com computadores envelhecendo… Quando há uso, é para pesquisas na internet ou cursos básicos sobre como usar o sistema operacional, o navegador ou o editor de texto.

Há um espaço vago, naquilo que é realmente aprender a trabalhar com um computador, que é dominá-lo e fazê-lo trabalhar para você.

Isso é programação: fazer o computador trabalhar para você.

Disso depende uma verdadeira informatização da sociedade. E estamos atrasados nisso.

O processo de informatização das empresas é irreversível. O campo de trabalho é praticamente infinito, visto que todo sistema precisa de manutenção: ampliação, alteração, renovação… No dia em que tudo for totalmente informatizado, a demanda por profissionais que saibam trabalhar com isso será realmente monstruosa.

Por isso quero experimentar a programação para crianças. Como sou professor, posso contribuir com isso trazendo para a informática algo de que ela é muito carente: didática.

De modo mais amplo, uma pedagogia para facilitar a iniciação de crianças.

Como fazer a criança aprender, com o máximo de facilidade e rapidez, como fazer o computador trabalhar para ela?

Esse é o desafio. Quero buscar uma resposta.

Programação para crianças

fevereiro 7th, 2012 | 0 comments

Gostaria de abrir um curso introdutório de programação na escola onde trabalho. Os alunos terão entre 11 e 17 anos.

A pergunta é: Qual linguagem de programação utilizar?

Alguns pontos são importantes e devem ser considerados, nesta ordem de prioridade:

  1. Código simples, prático, visualmente agradável, com aspecto amigável;
  2. Orientação a objetos: abstração, polimorfismo, herança…;
  3. Boa popularidade;
  4. Semelhança com Java.

Escolher uma boa linguagem para crianças dá um bom debate. E eu estarei nisso, nas próximas duas semanas.